Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

21.12.11

PAPAI NOEL IMAGINÁRIO


PAPAI NOEL IMAGINÁRIO
Gonçalo Felipe

Deitado fiquei pensando
Nas crianças aqui do mato
Que nunca viram de fato
O Papai Noel, chegando
Meus olhos foram fechando
Dormindo,meio acordado
Em sonho meio desvairado
Saí assim "viajando"

Vi Papai Noel chegando
Aqui no meio da fazenda
Tinha pra cada, uma prenda.
Com uma mão acenava
Com a outra segurava
Um saco bem conhecido
Era chamado de querido
E as crianças ele beijava.

De Nova Russas eu saí
Passando por Ipueiras
Na fazenda Cajazeiras
Lugar onde eu vivi
Em lá chegando eu vi
O Papai Noel, descendo
De longe estava o vendo
Quando ele adentrava ali.

Distribuindo presentes
Para toda criançada
No meio da meninada
Que pulavam de contentes
Eram cenas comoventes
E eu só observando
Papai Noel, ali andando
Sorrindo, Com os inocentes.

Passei por Guaraciaba
Me vi lá em Baixa Fria
Notei com muita alegria
Que as crianças sorriam
Elas pulavam e corriam
Com Papai Noel ao lado
Uma vez que no passado
Coisas assim elas não viam

Deixando o bom velhinho
Com gestos dóceis e nobres
No meio de crianças pobres
Fazia em todas uns carinhos
As crianças em borborinhos
Eram uma alegria só
E para o meu Cafundó
Eu fui seguindo os caminhos

É certo que por onde andei
Papai Noel lá estava
Com as crianças cantava
Noite Feliz e de Luz
Sempre falando em Jesus,
No Nascimento Divino.
O Verbo se fez Deus menino
E cumpriu a Missão na Cruz.

O vento bateu mais forte
Tirou do torno o chapéu
Como se fosse um troféu
No meu rosto ele caiu
Alguém para mim sorriu
Dizendo: "estava sonhando?
Fiquei o observando,
Desde da hora em que dormiu"

Fiquei mais alguns minutos
"Andando" em meus devaneios
Se "o fim justifica os
meios"
Tá justificado o fim
Foi um sonho, mas, enfim!
Vi Papai Noel chegando
No Horizonte eu olhando
Me pego cantando assim:

"Eu pensei que todo mundo
fosse filho de Papai Noel"...
20 / 12 / 2011

.
Gonçalo Felipe é o poeta de Nova Russas que colabora com o blog "Suaveolens" mediante seus poemas bem atualizados e sensíveis sobre nossa civilização, nossas vidas e nossos sentimentos.

1 Comentários:

Blogger Jean Kleber disse...

A primeira mensagem de Natal deste ano. Poeta Gonçalo Felipe. Outras virão. Obrigado, poeta!

21.12.11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial