Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

12.3.09

PAZ, FRUTO DA JUSTIÇA

Por
Marcondes Rosa de Souza

Professor da UFC e da Uece
O POVO 02 Mar 2009 - 01h24min

Fortaleza-CE

A Confederação Nacional dos Bispos do Brasil (a CNBB) lança, para este ano de 2009, sua Campanha da Fraternidade, sob o lema “A paz é fruto da justiça”, a ter início nesta quaresma.

Na verdade, em boa hora, a CNBB nos mostra que a violência a habitar entre nós não há que se reprimir tão só pela força policial. Ela tem origem nas diferentes formas de injustiça, entranhadas em nossa vida social. Oportuna, pois, a campanha proposta, a envolver os segmentos mais amplos de nossa vida social: igrejas, famílias, escolas, comunidades, num amplo espectro das diferentes manifestações da violência que fincou morada entre nós: a doméstica, a do trabalho escravo e a dos crimes de colarinho branco em nossa vida social e política a atentarem contra a ética, a vida econômica, a gestão pública enfim.

Refletir sobre a violência, em nossos dias, há que se ir mais longe que fixar-se na solitária repressão a ela, à ronda policial ou mesmo ao sistema policial. Ela se entranha, de forma mais ampla, em toda a nossa vida social. E refletir sobre ela pode ser importante para o necessário e urgente desenho de democracia, nestes tempos de crise do capital, para o lançamentos das bases de nova convivência democrática.

De certo que pouco avançaremos se a campanha restringir-se ao tempo da quaresma. Terá que ir mais longe. Vivemos apocalípticos tempos de crise a resvalar no “para além do capital” e a buscar, de forma crescente, a justiça social.

O papa Bento XVI nos tem surpreendido ao divisar, em abraço, a fé e a razão. Mais que isso, ao refletir sobre a vida cristã em construtivo diálogo entre fé, esperança e caridade. Sem dúvida, aí estão as bases lançadas pelo pontífice de uma sociedade mais justa e mais equânime. E, sem dúvida, de uma social-democracia mais cristã.

Essa, a nossa esperança!
*
Foto: site papagaio.files.wordpress.com/2007/02/doves.jpg
*
Marcondes Rosa de Sousa, advogado, é professor da Universidade Federal do Ceará (UFC) e da Universidade Estadual do Ceará (UECe). É uma das maiores autoridades em educação do Brasil. Ex-presidente do Conselho de Educação do Ceará e do Fórum Nacional dos Conselhos Estaduais de Educação, é Colunista do jornal " O Povo ", onde mantém seus artigos quinzenais.

2 Comentários:

Blogger Jean Kleber Mattos disse...

O aconselhamento da clarividência. A visão universal. Você viu isso neste artigo do professor Marcondes. Ou não? Parabéns, amigo.

12.3.09  
Anonymous Anônimo disse...

"Vivemos apocalípticos tempos de crise a resvalar no “para além do capital” e a buscar, de forma crescente, a justiça social". De fato, prof. Marcondes parece que a depuração do planeta chegou. Precisamos ter fé e trabalhar os valores edificantes do ser humano mais do que nunca. Parabéns pelo artigo.
Heloisa Helena

17.3.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial