Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

17.6.13

O NORDESTE ESTÁ SEM ÁGUA.

Por
Felipe de Moraes (Gonçalo Felipe)

95 % DOS MUNICÍPIOS CEARENSES ESTÃO SEM ÁGUA.

TORNANDO CADA VEZ MAIS GRAVE A CONSEQUÊNCIA
DO MEU POVO SÓ NÃO SE ACABOU A PACIÊNCIA
NEM A DOR SENTIDA QUE NOS SEUS OLHOS DESAGUA.
NEM A ROUPA QUANDO LAVADA NÃO SE ENXAGUA
PORQUE SECOU TODA ÁGUA QUE TINHA NO BARREIRO.
AINDA ESTAMOS EM JUNHO, E A ESPERA É PRA JANEIRO.
OU QUE VENHA LOGO UMA FRENTE DE EMERGÊNCIA.
SE ESPERA MUITO QUE DE LÁ DA PRESIDÊNCIA
VENHA UMA AJUDA PARA NORDESTE BRASILEIRO.

FICANDO ASSIM MAIS UM ANO SEM CHOVER
PIORA MUITO A SITUAÇÃO DO NORDESTINO
VENDO AUMENTAR O SOFRER DO SEU MENINO
QUASE NADA, QUANDO TEM O QUE COMER
FALTOU ÁGUA, ELE VIU A PLANTAÇÃO MORRER.
AQUILO QUASE O LEVANDO AO DESATINO.
UM ANIMAL, SE EXISTIR TÁ TÃO MOFINO
E AINDA LHE FALTA ÁGUA PARA BEBER.
É MUITO TRISTE A GENTE VER ISSO ACONTECER
SEM PERSPECTIVA MELHOR PARA O CAMPESINO.

SÓ O FOGO CAUSTICANTE DO VERÃO.
QUE FICA QUEIMANDO COMO A PESTE
ACABANDO COM ALEGRIA NO NORDESTE
SE PROCURA E NÃO ENCONTRA A SOLUÇÃO
A DOR CORTA QUALQUER UM CORAÇÃO
VENDO UM POBRE IMPLORANDO AO DEUS DIVINO
QUE NÃO PERMITA QUE ELE VIRE UM BEDUÍNO
EM UM DESERTO SEM ÁGUA NEM PARA BEBER.
PEDE CHUVA, PARA O MELHOR ACONTECER,
MELHORANDO DA SUA VIDA A CONDIÇÃO.

JÁ CAVOU ONDE TINHA UMA VERTENTE
ONDE OUTRORA HAVIA UM CAMALEÃO.
MUDOU MUITO A COR DO VERDE CHÃO
HOJE EM DIA ESTÁ TUDO DIFERENTE.
QUEM ESTAVA COM O SEU FILHO DOENTE
JÁ VENDEU LÁ NA FEIRA O SEU SUÍNO
DEUS O LIVRE DE ADOECER OUTRO MENINO
POIS JÁ NÃO TEM MAIS NADA PRA VENDER.
OS ANIMAIS CONTINUAM A MORRER
NAS QUEBRADAS DO SERTÃO NORDESTINO.

É TRISTONHO QUANDO CANTA UM ROUXINOL.
NO PÉ-DE-SERRA DO MEU QUERIDO CEARÁ.
MESMO ASSIM EU QUERIA ERA ESTAR LÁ
FAZER CORO COM AS DEMAIS, A MINHA VOZ.
NEM QUE EU FOSSE BUSCAR ÁGUA NO ORÓS
AQUELE AÇUDE FEITO POR JUSCELINO
QUE ATENDEU O POVO ALENCARINO
E AINDA SE ENCONTRA ÁGUA PRA BEBER
É UMA FORMA DE EM CASTIGO DEUS DIZER
QUE NÃO GOSTA DO SEU POVO NORDESTINO.

INVERNADA HÁ MUITO NÃO SE VER
O MEU POVO JÁ FAZ É TEMPO QUE A ESPERA
MEU SERTÃO MAIS PARECE UMA CRATERA
DAQUELE JEITO NÃO SE PODE VIVER BEM
MAS O HOMEM CONTRITO, NA FÉ QUE TEM
FAZ NOVENA, ROUBA SANTO E CANTA HINO.
NÃO SENDO PERVERSO IGUAL A VIRGULINO
QUE MATAVA E ROUBAVA PRA COMER.
NEM POLÍTICO QUE PARA SE ELEGER
PROMETIA DE TUDO AO NORDESTINO.



Gonçalo Felipe (Felipe de Moraes) é o prestigiado poeta de Nova Russas que nos brinda com poesias sobre nós, sobre Ipueiras, sobre nosso pé de serra, enfim sobre a vida de todos nós.

2 Comentários:

Blogger Jean Kleber disse...

Parabéns,poeta. Como sempre, genial!

17.6.13  
Anonymous Bérgson Frota disse...

Um trabalho de denúncia para uma tragédia que está perto de acabar. Um rima refinada e rústica ao mesmo tempo. Parabéns.

16.7.13  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial