Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

30.8.11

SOU FILHA DO REI

Por
Dalinha Catunda
*
Nasci na terra da luz
Pegando sol na moleira
Tomando banho de açude
Pulando da ribanceira
Brincando de tibungar
Nos rios do meu lugar
Na meninice brejeira.
*
Em noite de lua cheia,
Sob o luar do sertão
Serenatas escutei
Nos acordes da paixão
Presente de namorados,
Poéticos, apaixonados,
Escravos do coração.
*
Feliz eu era e sabia
Nas terras de Alencar
No leque da carnaúba
Ouvia o vento cantar
Assobiando bonito
No entre palmas um agito
Formando um grácil bailar.
*
Nasce detrás de um serrote,
O rei sol na minha terra,
Mas na boquinha da noite
Quanta beleza ele encerra
Com a sua vermelhidão
Tinge de rubro o sertão
E se esconde atrás da serra.
*
No sertão do Ceará
Eu nasci e me criei.
Já andei por muitos reinos
Mas lá sou filha do rei!
No condado de Ipueiras
Depois de romper barreiras
Meu palacete montei.
_____________________________________
Maria de Lourdes Aragão Catunda, nascida em Ipueiras-Ceará, é conhecida nos meios literários como Dalinha Catunda, é poetisa, cordelista e cronista, sendo membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel. Também tem blog próprio - cantinhodadalinha.blogspot.com.

6 Comentários:

Blogger Jean Kleber disse...

Dalinha Catunda como sempre enaltecendo a sua terra, a natureza, a riqueza da fauna e flora e aquele sol poderoso!
Valeu, amiga. Beijo.

30.8.11  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Querido amigo,
Quando penso que estou no Rio, estou no Ceará.
E o tempo ficou miudinho para visitar os blogs mas na medida do possível quero visitar e mandar textos para os blogs amigos.
Foi graças ao Suaveolens que hoje estou escrevendo na Gazeta de Notícias da Região do Cariri.
Continuo a mesma e gostando de todos vocês.
Obrigada pela postagem.
Beijos,
Dalinha

30.8.11  
Anonymous Bérgson Frota disse...

A poesia de Dalinha faz qualquer nordestino, precisamente o cearense que estando longe de sua terra sonhar com o paraíso que é o mundo do sertão. A arte mágica da poesia de Dalinha nos faz sentir, relembrar e ter vontade de repetir tudo que vivemos e sentimos quando no passado lá na terra seca e quente, mas úmida de alegria vivemos e nos convida como a nos hipnotizar a voltar e a ela visitar.

30.8.11  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Bérgson,
Obrigada pelo comentário tão bem alinhavado e bonito.
Carinhosamente,
Dalinha

30.8.11  
Anonymous Alpiano disse...

Nossa poeta deslumbra! Parabéns!

31.8.11  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Obrigada Alpiano,
Nosso cantinho no Ceará é que é inspirador.
Um abraço,
Dalinha

31.8.11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial