Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

24.12.09

NO SERTÃO, UM CANTO (4) (PAPAI NOEL, DUPLA FACE )

Por
Gonçalo Felipe
I
Hoje é ante véspera de Natal
Mas, sabe o que acontece
Aqui neste meu sertão?
Papai Noel nunca desce
Nem faz visita as crianças
Mata todas as esperanças
Porque nunca ele aparece.
II
Anda em um tal de trenó
Acho que se chama assim
Desculpem mas Papai Noel
Não é tão bonzinho, enfim
Saindo lá da terra do frio
Do Sertão faz um desvio
Nem passa perto de mim
III
Se Papai Noel, resolvesse
Passar aqui no Sertão
veria como ele é querido!
Como causa admiração!
Muitas crianças lhe vendo
Todas para ele correndo
Formando uma multidão
IV
E a criançada gritando:
Chegou, chegou Papai Noel
Noite Feliz, Noite de Luz
Venham!!, Venham todos!!
Cantar com ele!! Agradecer!!!
Ouviremos ele dizer:
Nessa data nasceu Jesus!
V
Mas, isso não passa de um sonho
Papai Noel, não se lembra da gente
Nem sabe que as crianças daqui
O conhecem de ouvir falar somente
Pessoalmente nem uma o conhece
Papai Noel no meu Sertão não desce
Será porque o Sol aqui muito quente?
VI
Não, não deve ser por causa disso
A gente parando para pensar, descobre:
O Papai Noel só gosta de criança rica
Papai Noel não gosta de criança pobre
As vezes fico perguntando a Jesus Cristo:
Oh, meu Senhor Jesus está certo isto?
Papai Noel, não tem com todas um gesto nobre.
VII
Papai Noel, para mim tem duas caras
E age de uma maneira muito errada:
Para quem não precisa, ele dá tudo
E para quem tanto precisa ele não dá nada
Pobre pede, grita mas ele "fica" surdo
Com o semblante fechado e bem sisudo
E para o rico: HÔ, HÔ, HÔ dando risada
VIII
Papai Noel, vai ao Jardim Zoológico
Faz visita e tira fotos com os animais
No dia seguinte as fotos todas estão
Nas primeiras páginas de todos jornais
Mas, não se vê numa foto daquelas
Papai Noel, no interior das favelas
Com crianças de baixas classes sociais
IX
Já pensei em interpelar Papai Noel,
Dizer para ele umas verdades
Nuas e cruas, cara à cara, frente à frente:
Repetir: Você não é tão bom assim.
É mentiroso, é tem dupla face
Dentro desses seus disfarces
Tem muitas coisas ruins
X
Hoje são vinte e três de dezembro
Mais dois dias e é Natal
Que todos sejam felizes
É o meu desejo final
Almejo um ano findando
Com Papai Noel tratando:
Rico e pobre, tudo igual
.

Fim
. FOTO siteg1.globo.com/.../foto/0,,12129649,00.jpg
_____________________________________
Gonçalo Felipe é o poeta de Nova Russas que nos brinda com poesias sobre nós, sobre Ipueiras, sobre nosso pé de serra, enfim sobre a vida de todos nós. Apresentado que foi pelo ipueirense Francisco Costa, integrou-se rapidamente à equipe do Suaveolens com sua capacidade de fazer amigos.

4 Comentários:

Blogger Jean Kleber Mattos disse...

Parece completo o Natal no Suaveolens com os versos de Gonçalo Felipe, após os versos de Dalinha e a crônica de Bérgson Frota. Desfrutem.

24.12.09  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Jean Kleber,
É bom passar por aqui e saber que você abre as portas democraticamente, abraçar o Gonçalo Felipe foi uma boa pedida.

Parabéns ao Gonçalo Felipe pelos versos sobre o Natal.
E a todos um Ano Novo Feliz.
Dalinha Catunda

28.12.09  
Blogger xisto medeiros disse...

felizes aqueles que vieram ao mundo para falar o que pensam, Gonçalo Felipe e eu somos.
Xisto Medeiros

30.12.09  
Blogger Celia Maria disse...

Parabéns Gonçalo Felipe por versos tão verdadeiros...Vc é extraordinario!!!Cheiro no seu coração!

14.1.10  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial