Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

28.11.09

DESCENDENTES DE TIM MOURÃO ABRAÇAM CAUSA INDÍGENA EM BRASÍLIA

EIS A MAIS RECENTE POSTAGEM DE TEREZA MOURÃO SOBRE A CAUSA, CAPTADA NA MIDIA INDEPENDENTE:
.
Pela primeira vez em sua história, a sede da FUNAI em Brasília é ocupada por não indígenas. São brasilienses que se cansaram da omissão do órgão diante do processo de demarcação da terra indígena Santuário dos Pajés. Cerca de 40 pessoas estão desde meio dia desta quinta feira ocupando o gabinete da presidência da FUNAI exigindo uma posição concreta no caso. E só sairão de lá quando o Presidente os atender.

É FUNDAMENTAL continuarmos pressionando a imprensa local, mas também as mídias de NÍVEL NACIONAL. Não só porque a imprensa local sofre enorme pressão do GDF, mas ainda porque a solução do caso é de competência federal: a FUNAI precisa CONTINUAR o processo já iniciado de DEMARCAÇÃO da Terra Indígena Santuário dos Pajés, formando o GRUPO TÉCNICO responsável. O Ministério Público já solicitou isso, mas a decisão vem sendo ignorada. A nossa pressão deve crescer e chegar ao Ministério da Justiça e o Governo Federal, que incidem sobre a FUNAI.

Estudantes e integrantes de movimentos sociais ocupam sede da Funai na Asa Sul. Eles cobram do presidente da Fundação Nacional do Índio a demarcação da área indígena, no terreno onde vai ser construído o Setor Noroeste, na Asa Norte.Estudantes e integrantes de movimentos em defesa dos direitos humanos protestaram pela demarcação da terra indígena Bananal, na Asa Norte. Com a medida, os índios poderiam permanecer onde será construído o Setor Noroeste.
.
“A Funai já foi intimada pelo Ministério Público Federal a constituir o grupo de trabalho, o GT, para fazer essa demarcação, esse estudo antropológico. Isso já tem mais de sete meses e ainda não formaram esse grupo. Nós queremos que tenha a demarcação para que continue preservada para as futuras gerações e também pela qualidade de vida dos moradores daqui de Brasília”, afirma o jornalista Marcos Rogério.

______________________________________
FOTO 1: Tereza Mourão e o pajé Santixiê Tapuya em visita ao seu Herbário Fitoterápico. Ele é o pajé da cura, entende muito de ervas e todas foram adquiridas no próprio cerrado. (a foto é do acervo de Tereza Mourão)

FOTO 2: Da esquerda para a direita: comunicador carioca que trabalha em uma ong no RJ, Mara (eng. agrônoma), Tereza Mourão, Santixiê, Carmen Mourão (irmão de Tereza) e Delano (filho de Tereza). A foto é do acervo de Tereza Mourão.
__________________________________________
NOTA DO BLOG: Tereza Mourão e Carmen Mourão são filhas do lendário prefeito de Ipueiras dos anos 50, Tim Mourão, conhecido por sua solidariedade em relação aos menos favorecidos. Delano, neto de Tim Mourão, é formando de Ciência Política pela Universidade de Brasília.

7 Comentários:

Blogger Jean Kleber Mattos disse...

Da melhor estirpe de Ipueiras. Descendentes de Tim Mourão abraçam causa indígena em Brasília. Desfrutem.

28.11.09  
Blogger rafakaaos disse...

Foi fundamental a ação na FUNAI, apesar da truculência de alguns funcionários, saimos com mais apoio de lideranças indígenas e movimentos sociais. Segunda esperamos uma reunião para conversarmos com a Maria Auxiliadora do departamento de assuntos fundiários, nos pronunciamos enquanto representantes da sociedade civil organizada e exigimos que a FUNAI cumpra o dever que lhe incumbe e demarque a Terra Indígena Bananal. Brasília-DF.
Abraços fraternos
Rafael

28.11.09  
Anonymous SheilaMCLima disse...

Que maravilha! Fiquei muito feliz em saber que ainda existe em "Brasília" gente de fibra que nos orgulha de ser BRASILEIROS! A Família Mourão está de Parabéns com esta aquisição junto a FUNAI, se não protegermos nosso povo quem o fará! Uma iniciativa de pessoas que olham para o Passado e vêem o Futuro, preservar sempre! À Tereza, Carmem e Delano Mourão o meu apoio e minha total solidariedade.
Rio de Janeiro, 29/11/09.
Sheila Maria da Costa Lima

29.11.09  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Jean Kleber,

Conheço Terezinha de perto e sei do seu potencial de de sua vontade de ajudar o próximo.
A Nossa Madre Tereza de Ipueiras, sempre se comove diante das injustiças, veste a camisa e vai a luta.
É bonito ver a família abraçando a causa indígena, Delano, Terezinha e Carmem.
Um abraço a todos,
Dalinha

30.11.09  
Blogger Laercio Alves disse...

Parabéns pelo bonito trabalho!!!!

9.3.10  
Blogger Scult disse...

Sou artista plástico e apoio essa iniciativa :* BLOG ARTE em ARAME ***
http://arameart.blogspot.com/

9.3.10  
Anonymous Anônimo disse...

ALDENA VERASW -BRASÍLIA-TIVE O PREVILÉGIO DE ESTUDAR COM A CARMEM EM NOVA RUSSAS TB A FÁTIMA IRMÃ DELA A TEREZINHA ERA PEQUENA MAS ADIMIRO TODAS AS FILHAS DO TIM O ETERNO PREFEITO DE IPUEIRAS.TENHO MUITA VONTADE DE REVER A CARMINHA.

13.3.13  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial