Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

20.12.09

O SHOW DE NATAL DE ÂNGELA E AGNALDO

Por
Jean Kleber Mattos


Noite do dia dezenove de dezembro de 2009. Ao correr os canais da TV com o seletor, parei no show de fim de ano de Ângela Maria e Agnaldo Timóteo no SBT. Música romântica dos anos 50. Para minha surpresa, que acreditava-me saturado do gênero, não consegui mudar de canal.
.
Um cenário exuberante como exigia a natureza romântica do show. Cores quentes e colorido farto com efeitos luminosos. Uma coreografia igualmente expressiva com três casais de bailarinos em trajes formais bem próximos aos cantores. As moças cambiavam o figurino conforme o tema. Algumas vezes com saias compridas leves e rodadas com movimentos airosos em suaves acrobacias com o par. Pareciam volitar em alguns momentos. Ao fundo as “silvetes” padrão, com motivo de Natal. Na coreografia do "Tango pra Tereza", o figurino muda para o padrão tango coerente.
.
O repertório contemplou os hits da dupla de cantores dos anos 50 aos anos 70 do século vinte, incluindo apenas alguns mais recentes. Estavam lá “Não se vá” de Alain Barrière versão de Thyna, grande sucesso do passado na voz de Jane e Herondy, “Você vai ver”, hit de Zezé di Camargo e Luciano, “Tango pra Tereza” de Evaldo Gouveia e Jair Amorim e “Deslizes” de Michael Sullivan e Paulo Massadas, que fora sucesso na voz de Raimundo Fagner.
.
Para mim uma viagem no tempo. Classificadas sempre pela crítica como do domínio “brega”, a maioria das músicas do repertório embalaram minha infância e adolescência. Três delas homenageram as mães: “Mamãe”, de Herivelto Martins e David Nasser, “Mãezinha Querida” de Getúlio Macedo e Lourival Faissal e “Obrigado Mãe” de Michaell Sullivan e Carlos Colla. Saudades da minha, falecida D. Mundita, musicista com passagem em conservatório de música, e que curtia exatamente esse repertório, para minha perplexidade de adolescente pseudo-intelectual de esquerda dos anos 60.
.
Hoje eu entendo minha mãe. São músicas bem melodiosas com letras que falam diretamente aos sentimentos humanos. Às dores de amor. Aos enigmas do relacionamento.
.
De parabéns o SBT. Estou esperando o DVD para comprar.
.


FOTOS DIRETAMENTE DO MONITOR
Foto 1: a dupla de cantores
Foto 2: aspecto geral reverso, "silvetes" em primeiro plano , cantores e bailarinos formais ao fundo.
Foto 3: aspecto da leveza do balé.
Foto 4. coreografia do "Tango pra Tereza".

2 Comentários:

Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Jean Kleber,
Ontem foi a última plenária do ano na ABLC. Cheguei em casa cansada, mas vi parte do show que deram Agnaldo e Angela. Amei! e certamente vou comprar o DVD. Se gostar deste tipo de música é ser brega, como insinuam alguns, eu sou brega ao quadrado.
Parabéns pelo texto.
bjs, Dalinha

20.12.09  
Blogger Jean Kleber Mattos disse...

Querida amiga Dalinha. Estamos sempre afinados. Afinal temos bom gosto.
Beijos
Jean e Heloisa

20.12.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial