Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

11.11.09

NO SERTÃO UM CANTO (2 ) - 97 ANOS

Por
Gonçalo Felipe

1
Meu nome é Sebastião Matos Sobrinho.
O meu tio Sebastião que foi prefeito
O major que soube impor respeito
Em todos que cruzaram o seu caminho
Comigo, demonstrou muito carinho
Nem preciso emitir uma opinião
A sua fama correu toda a região
mas, meu nome foi em sua homenagem
Famoso, criou fama e com coragem
Fez seu nome marcar época no Sertão
2
Tempo aquele que já se vai na distância
Horas felizes que marcaram o meu passado
Um filme que na mente tem me acompanhado
Daquela época que marcou a minha infância
Filme este que me vem numa constância
Onde vejo minha Guaraciaba do Norte
Foi ali que com meus pais eu tive a sorte
De nascer e dar os meus primeiros passos
Enfrentei por muitas vezes invernos escassos
Demonstrando que também fui muito forte
3
Comigo a Sorte foi benevolente
Ao contrário das de muitos sertanejos
Quando olho o meu "filme" ainda os vejos
Enfrentando o Sol à pino e terra quente
Cada um deles, de Deus é um temente
E vai levando a vida com destemor
Eu, porém, estudei, fui professor
Dando aulas na cidade de Ipueiras
Lutei muito, venci, transpus barreiras
Ao lado de Mundinha, o meu amor.
4
Raimundinha, a mulher da minha vida
Que de música, foi também professora
Sendo ela minha musa inspiradora
Mundinha a minha esposa querida
Com a inspiração Divina envolvida
Veio a "música" de nosso maior valor
Nós a compomos, mas foi Jesus o autor
Daquela linda "música que fizemos
Nem a morte nos levando saberemos
Dessa "música", o tamanho do nosso amor
5
Jean Kleber, nosso filho abençoado
Nossa "música" foi lançado para o mundo
É um sucesso, é um talento profundo
Até mesmo depois de ser casado
Sendo ele por Deus recompensado
Quando veio a Daniela, minha neta
E Ana Júlia, minha querida bisneta
Tendo o início na primeira união
E depois obedecendo ao coração
O meu filho deu outro tiro de meta
6
Sendo assim, no campeonato da vida
Um segundo tempo foi iniciado:
Vanessa que tem o seu nome gravado
No meu "filme mental" que me convida:
Ver Jean com a vida reconstruída
No plano seu afetivo e sentimental.
Heloísa Helena, com amor sem outro igual
Ainda deu-me Ivan Kleber como neto
E com ele o meu coração ficou completo
Sua alegria é bem maior do que o normal
7
O meu "vídeo mental" está terminando
Mas seu replay será dado com certeza
Hoje eu moro aqui em Fortaleza
Este "vídeo" estou sempre o passando
Na estrada da vida eu vou andando
E só em chegar até aqui foi boa a sina
Só Deus sabe o lugar onde ela termina
Eu só sei que depois de andar tanto
Eu registro aqui NO SERTÃO MEU CANTO
Este poema que com a minha vida combina
8
Jean Kleber, sinta-se abençoado
Por Deus e por mim também seu pai
Heloísa Helena, por certo também vai
Para sempre ocupar o meu coração
A Vanessa com Ivan Kleber seu irmão
Daniela, Ana Júlia, todos enfim
Mesmo em vida peço que orem por mim
Pois agora lhes falo de forma clara:
Nem a morte chegando nos separa
Continuarei amando-os, mesmo assim
FIM

Vanessa, Daniela e Ana Júlia (na ponta esquerda de quem olha), Ivan(ao lado de Daniela, com uma criança no braço), Heloisa e Jean (encostados à mesa).



Gonçalo Felipe é o poeta de Nova Russas que nos brinda com poesias sobre nós, sobre Ipueiras, sobre nosso pé de serra, enfim sobre a vida de todos nós. Apresentado que foi pelo ipueirense Francisco Costa, integrou-se rapidamente à equipe do Suaveolens com sua capacidade de fazer amigos.
NOTA DO BLOG: Sebastião Mattos Sobrinho, meu pai, completa hoje, 11 de novembro, 97 anos. Foi providencial a poesia de Gonçalo Felipe ter chegado tão logo. Com ela o Suaveolens homenageia um professor da Ipueiras dos anos 40 e 50. Com ela homenageio meu amado pai. Que Deus o conserve mais tempo conosco!

2 Comentários:

Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Jean Kleber,

O poeta Gonçalo Felipe, de nossa vizinha Nova-Russas, tem sido muito gentil nos prestigiando com seus versos e divulgando um pouco nosso mundo familiar. A ele agradeço mais um vez.

Hoje dia 11 de novembro quero parabenizar Seu Matos que em sua longevedade,disputa com Espedito Catunda um merecido lugar neste andar debaixo pra alegria das duas familias.

Seu Matos meu abraço carinhoso, que Deus lhe conserve lúcido, com saúde e alegrando essa sua familia, que tanto eu gosto.
Carinhosamente,
Dalinha

11.11.09  
Blogger Jean Kleber Mattos disse...

De fato Dalinha, os versos do Gonçalo são comoventes. Falei com seu Mattos ontem. Estava feliz. é uma benção que tenha chegado tão longe. Obrigado a vocês, poetas , por existirem. Beijo.

12.11.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial