Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

25.4.07

MANDACARU


Por
Dalinha Catunda

Dizem que mandacaru não dá sombra nem encosto o que indiscutivelmente é uma verdade. Mas, há de se dizer que, para uma planta do porte do mandacaru, sombra e encosto passam a ser irrelevantes diante de seu significado maior para o nordestino.

Certa vez, em tempos de chuvas escassas, presenciei um vaqueiro que atendia pelo nome de Antonio Canapum, sapecando numa fogueira pedaços de mandacaru para queimar os espinhos com finalidade de alimentar o gado. Achei muito interessante e providencial.

Depois de certo tempo aprofundando-me no assunto descobri que o mandacaru é uma ótima forragem nativa e uma boa alternativa na alimentação do gado e outros animais nos tempos de seca.

Sendo uma planta nativa que resiste a longos períodos de estiagem por acumular água em seu caule, e por isso, muito procurada, aos poucos vai sumindo do sertão. Mas o sertanejo seguindo as dicas de pesquisadores da Embrapa pode plantar o mandacaru, tê-lo com abundancia, e não é uma tarefa difícil: “Basta ter uma planta mãe, cortar os pedaços dos galhos, deixar secar de um dia para o outro, e enterrar apenas uma parte no solo”.

Se o mandacaru não tivesse nenhuma serventia, mesmo assim, seria um colírio aos olhos do Nordestino. Sua beleza incomparável atrai os olhares mais exigentes, flores lindas, frutos de um vermelho deslumbrante tudo isso agarrado a um verde mais belo ainda.

Porém, mais do que um planta o mandacaru é um monumento que se ergue naturalmente em homenagem ao Nordestino que carrega com a mesma altivez seus espinhos e suas esperanças. É a beleza rústica que desafiando a seca, aparece por entre galhos secos e retorcidos no meio de pedras, confirmando no seu verde nossa esperança e no vermelho do fruto, a paixão do nordestino pela sua terra.
____________________________________
____________________________________
Maria de Lourdes Aragão Catunda – Poetisa e escritora. Nascida e criada em Ipueiras-CE, conhecida popularmente como Dalinha Catunda, vive atualmente no Rio de Janeiro. Publica nos jornais "Diário do Nordeste" e "O Povo", nas revistas "Cidade Universidade" e "Municípios" e nos blogs: Primeira Coluna, Ipueiras e Ethos-Paidéia. É co-gestora convidada do blog Suaveolens.

5 Comentários:

Blogger LUIZ ALPIANO VIANA disse...

Que lindo texto, Dalinha, só me fez lembrar minha fase de moleque atrás de flor e fruto de mandacaru... Parabéns.

25.4.07  
Anonymous jkamattos disse...

Mais um show, desta vez em prosa, de minha amiga Dalinha, sobre esta escultura viva do sertão: o imponente Mandacaru! Parabéns!

26.4.07  
Anonymous Tereza Mourão disse...

Mandacarú quando fulora na seca,
É o sinal que chuva chega no sertão...
Espero que os mandacarús que restaram estejam sempre floridos e trazendo muita chuva para os nordestinos e alimentos para o gado e os que lá estão, sigam as instruções da Emprapa e invistam nesta plantinha que é tudo de bom.
Parabéns e forte abraço,
Tereza Mourão

30.4.07  
Blogger Jornalista Luiz José disse...

Olá! Dalina. Que belo texto sobre o mandacaru.
Gostaria de tê-la como colaboradora de nosso jornal Gazeta de Notícias - Juazeiro do Norte - Crato e Barbalha (Cariri). Veja nosso blog: http://gazetadenoticiascariri.blogspot.com/
Veja se é possível?
Um abraço
Jornalista Luiz José dos Santos
E-mail: gazetadenoticias@yahoo.com.br

12.4.10  
Anonymous Anônimo disse...

lindo, muito lindo sou de Serra Preta, Bahia e aqui o mandacaru é uma usina em tempos de seca e uma linda planta em qualquer época do ano.

Jorge Silva

13.6.12  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Início