Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

25.4.11

FORRÓ SEM ZECA


Por
Dalinha Catunda

Esta é uma pequena homenagem que presto ao meu amigo Zeca Frauzino que nos deixou dia 23 de abril de 2010. Um ano sem Zeca e sem o seu tradicional forró que tanto alegrava a cidade de Ipueiras.


FORRÓ SEM ZECA
*
Zeca caboclo festeiro,
Gostava de animação
E fazia seus forrós
Pautado na tradição
Por um forró pé-de-serra
Batia seu coração.
*
A sanfona gemeu triste
Quando Zeca foi embora.
A quadra do Corte Branco
Não é a mesma d’outrora
O povo que lá dançava
De tristeza hoje chora.
*
Zeca estou com você
Até debaixo do chão.
Pois você trouxe alegria
Para o povo do sertão
Por mais de cinqüenta anos
Fazendo o seu chitão.
*
Com um chapéu na cabeça,
Com sorriso de menino
Cheirando a perfume bom
Via-se Zeca Frauzino,
Que cumpriu sua missão,
E foi cumprir seu destino.
*
Texto e foto de Dalinha Catunda
Visite também: www.cordeldesaia.blogspot.com
www.rosarioecordel.blogspot.cDMariaom

Maria de Lourdes Aragão Catunda, nascida em Ipueiras-Ceará, é conhecida nos meios literários como Dalinha Catunda, é poetisa, cordelista e cronista, sendo membro da Academia Brasileira de Literatura de Cordel. Também tem blog próprio - cantinhodadalinha.blogspot.com.

2 Comentários:

Blogger Jean Kleber disse...

Muito justa homenagem, Dalinha. Seu Zeca é um dos ícones de Ipueiras.Uma referência cultural. Nunca deveria ser esquecido.Parabéns!

25.4.11  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Jean Kleber,
Eu realmente, enquanto pude desfrutei da interessante companhia de Se Zeca.
Homem conversador, cheio de história, alegre, apaixonado pelo que fazia.
Um figura impar no jeito de ser. E como você diz, referência cultural.
Um abraço,
Dalinha

27.4.11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial