Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

19.9.10

TUA SEGUNDA POESIA

Por
Bérgson Frota


Era uma segunda-feira nublada, e o vento frio anunciava a chuva pesada que se enfeitava e rápido em ventania aproximava-se.
Lembrei da carta que iria te enviar.
Já pronta, faltando fechar e no correio como de costume, selar e postar.
Ia nela uma poesia tua Dália, publicada no jornal domingo.
Imaginei tua surpresa ao recebê-la.
Que te daria a alegria primeira de quem cria e tem seu trabalho divulgado, lido e valorizado.
Falava de amor àquela poesia ?
Confesso já não mais lembrar.
Sei que falava de sentimentos.
A nos tocar a alma, como sempre foi a característica de teus versos, a mexer de forma mansa, suave e viva no mais íntimo do ser.
Lembro da fidelidade que deitavas nas rimas, e os sutis e pequenos detalhes a esconder-se entre as quadras, como se guardassem a essência divina da totalidade da poesia.
Não sei dizer-te se trazia a gravura de uma flor a acompanhá-la. Mas a flor, se não ali estava, tuas linhas a desenhavam no conteúdo que ditavam, pela simples e rica descrição detalhada dos sentimentos postos.
Quase uma semana depois, recebi tua resposta e agradecimentos.
Guardei-a para abrir e ler no fim do dia.
Era uma noite de lua cheia clareando todo o céu.
Quando abri tua carta, lendo tuas notícias, agradecimento e descrição de tua alegria, fiquei surpreso, pois nela vinha outra bela poesia.
Dizia-me tu :
“Quando puder a envia amigo, eu aqui espero, a contemplar o Corcovado no alto, e as estrelas que sempre me inspiram cada vez mais. Aí na capital alencarina, tu tens em mãos todo o meu afeto e gratidão."
Não te falhei, e logo se publicaria a tua segunda poesia.
________________________
Figura: site dith.cm.nom.br/poesias/poesias.htm
________________________


Bérgson Frota, escritor, contista e cronista, é formado em Direito (UNIFOR), Filosofia-Licenciatura (UECE) e Especialista em Metodologia do Ensino Médio e Fundamental (UVA), tem colaborado com os jornais O Povo e Diário do Nordeste, desenvolvendo um trabalho por ele descrito de resgate da memória cultural e produzindo artigos de relevância atual.

2 Comentários:

Blogger Jean Kleber disse...

Novamente a verve de Bérgson Frota, mais uma vez enaltecendo os valores humanos de sua terra. Desfrutem.

19.9.10  
Anonymous Andréa Lins disse...

Um texto cativante, cheio de vida, rima e conteúdo. Parabéns.

20.9.10  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial