Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

25.2.11

DILMA, A PRESIDENTA?

Por
Marcondes Rosa

O Povo - 25.02.2011 01:30 Fortaleza-Ce.
*
Li na imprensa a Coluna Conversa com a Presidenta (sic). No texto, em negrito, a referência, em todo ele, à forma “presidenta”. Na foto, a presidenta com a faixa verde-amarela. E aí, numa faixa esverdeada, a observação aos leitores: “Enviar a pergunta à presidente Dilma (...).
*
Revisor de jornal por anos e professor da área de língua e literatura, vou até meus dicionários, com o propósito, sei lá, de derrubar do cavalo o “lulez”... “Presidenta”, diz-nos o Instituto Antônio Houaiss, no volumoso e moderno Dicionário Houais da Língua Português, que o vocábulo é a mulher que exerce a função da mulher que preside um país ou uma organização.
*
Antenor Nascente segue a mesma linha em seu Dicionário da língua portuguesa (2004). E entre outros tantos, Silveira Bueno, em sua coleção Grande Dicionário Etimológico-prosódico da Língua Portuguesa (Edição Saraiva).
*
E termino enfim por cair eu do cavalo, ao voltar à palmatória de dona Ester, mãe de Gerardo Mourão. Um dia, numa classe de alunos dos vários níveis, deu-me ela a palmatória e mandou que desse bolos em todos.
*
Lelete Mourão foi a primeira. Lançou-me ela olhar de piedade. Deixei cair a palmatória em tom suave. Furiosa, a professora, ensina a todos como imprimir forte bolo...
*
No Seminário em Petrópolis, aprendi com dom Cintra a distinção entre humildade e vaidade. Melhor média, a minha. Com o “não mereço”, recuso e troféu. Humildade, nasce do húmus, o chão. Vaidade, do vazio.
*
Em Campinas (SP), no Seminário da Imaculada, Monsenhor Luiz de Abreu. Um dia, ouço-o a declarar em bom som: “Ao melhor aluno, não mais que nove. Ao melhor professor, não mais que 9,5. E 10 apenas para Deus!”E após pausa: “Dei o primeiro dez”. É verdade: São Paulo exporta café e o Ceará, o talento. Razões a Lula, caí do cavalo...
_____________________________________________
.
Crédito da foto de Dilma Russef: Luiz Filipe Barcelos/UnB Agência
_____________________________________________
Marcondes Rosa - Professor da Universidade Federal do Ceará e da Universidade Estadual do Ceará
marcondesrosa@terra.com.br

4 Comentários:

Blogger Jean Kleber disse...

Matéria interessante, bem articulada e repousante, do professor Marcondes Rosa. Desfrutem!

25.2.11  
Blogger Marcondes Rosa de Sousa disse...

Jean Kleber,

Grato por sua iniciativa. Mais ligeiro que a minha, nos Grupos de Discussão, aguardando ainda tempo para veiculação nos blogs.

Parabéns pela iniciativa e postura.

Grato abraço,
Msrcondes

25.2.11  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Marcondes,
Bom ver você em ação
Um abraço,
Dalinha

PRESIDENTA OU...
O que espero de fato,
É que seja competente.
Não importa se ela é:
Presidenta ou presidente,
Mas que honre sua saia
Nos velhos erros não caia,
Do dever seja ciente.

25.2.11  
Anonymous Bérgson Frota disse...

Como sempre um texto que nos cativa pela clareza nos levando a pensar. Parabéns Professor.

25.2.11  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial