Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

15.8.09

LEMBRANDO O "POETA DE IPUEIRAS"

Por
Bérgson Frota
..
Em 28 de julho de 1926 nascia em Ipueiras um dos seus mais célebres filhos , Jeremias Catunda Malaquias, filho de Luís Malaquias e Maria Catunda.
.
Sendo o primogênito de uma família de cinco filhos este poeta, cronista e escritor dedicou toda a sua vida a divulgar sua terra com um ardor tão raro nos dias de hoje que poderia chamar-se quase uma obsessão.
.
Jeremias Catunda foi membro da ACI(Associação Cearense de Imprensa) tendo sido distinguido com o "Chevron" de ouro pelos seus 40 anos de atividade jornalísticas sendo sócio fundador da Associação Cearense de Jornalistas do Interior, escolhido e premiado em seis congressos da classe como um dos mais atuantes membros.
.
Sócio correspondente da Academia Sobralense de Estudos e Letras, foi correspondente dos : Diários e Rádios Associados, O Povo, Diário do Povo, Gazeta de Notícias, O Estado, Correio da Semana, Gazeta do Centro-Oeste, Folha Regional, Revista Itaitera do Crato, Almanaque da Parnaíba, Ceará Rádio Clube, Dragão do Mar, Radio Tupinambá, Iracema e Rádio Vale do Rio Poty de Crateús.
.
Vereador em três legislaturas seguidas 1947/56, sendo até hoje o mais novo representante do povo na Câmara, eleito em 1947 com 21(vinte um) anos obtendo em 1954 mais de 10% dos votos apurados.
.
Por ocasião do Primeiro Centenário do Município, ocorrido em 1983, publicou "Ipueiras, uma síntese histórica" e em 1985 na Primeira Semana Cultural de Ipueiras lançou o seu livro poético : Versos Versus Minha Vontade.
.
Foi escrivão e coletor da Coletoria Estadual de Ipueiras, escriturário do DAER (hoje DERT) e inspetor de linhas telegráficas do DCT.
.
Jeremias Catunda Malaquias foi uma figura das mais valiosas no campo cultural de Ipueiras, seu trabalho rico em crônicas, poemas e poesias nasceu como fruto de um grande amor pela terra natal.
.
No ano em que o grande poeta, jornalista e contista completou seus 83 anos, deixou de forma plácida entre os seus, as labutas terrenas.
..
Ipueiras se queda em gratidão a mais um filho que partiu para a eternidade, mais um filho que fez da vida um grande discurso de amor inconteste à terra em que nasceu, criou-se, dela nunca apartando-se até novamente a ela juntar-se.
_____________________________
Este trabalho é dedicado a equipe do blog Suaveolens que sempre destacou e respeitou os trabalhos de meu pai como a todos que prestaram uma ou duas linhas de respeito por sua partida.
________________________________

Bérgson Frota, escritor, contista e cronista, é formado em Direito (UNIFOR), Filosofia-Licenciatura (UECE) e Especialista em Metodologia do Ensino Médio e Fundamental (UVA), tem colaborado com os jornais O Povo e Diário do Nordeste, desenvolvendo um trabalho por ele descrito de resgate da memória cultural e produzindo artigos de relevância atual.

.NOTAS DO BLOG: primeiros versos do livro "Versos Versus Minha Vontade", publicado em julho de 1985:

.Não me chame de poeta
não me agrada, não convem
tenho nome é do profeta
maior de Jerusalém.
Jeremias

Saudação de Tadeu Fontenele

O NOSSO VERSÁTIL JEREMIAS CATUNDA MALAQUIAS
.

O nosso Jeremias fez jus ao homônimo do maior profeta de Jerusalém. Todos nós ipueirenses levaremos na memória, quando de nossa passagem para o mundo que ele agora foi, não somente a sua identificação de poeta mas a versatilidade que foi o marco do nosso estimado conterrâneo.
.
Jeremias nascido na década de 20 do século passado e eu na década de 50. Começava aí sua condição de versátil: ele conviveu facilmente com gerações diferentes. Vi sua atuação como jogador de futebol e de voleybol, de técnico e juiz de futebol, como político, jornalista, radialista, cronista, orador em todos e quaisquer eventos quando alguém em Ipueiras precisava falar, funcionário público, comerciante, de aficionado pela criação de pássaros (canários e aves - galos de briga), de organizador de festividades e promovente de festas. Neste particular, minha lembrança de uma corrida de bicicletas de Ipu a Ipueiras em que ele narrou pela Rádio Vale do Jatobá todo o percurso, premiou e enalteceu a atuação dos participantes.
.
Também, de uma festa que ele promoveu quando da inauguração de energia elétrica de Ipueiras, em 1966, em que denominou de a "Festa do Século", nos salões da Prefeitura, animada pela banda Os Cometas, de Ipu.
.
Fez de tudo e deixou sua marca de um apaixonado pela sua terra natal e um defensor ardoroso de Ipueiras - um bairrista, na saudável acepção da palavra.

Minhas saudações a viúva Professora Ruth Frota Catunda e aos filhos Bérgson, Carlson e Waleska.
.
Tadeu Fontenele

Saudação de Dalinha Catunda
Olá, Jean Kleber,

Ninguém melhor do que Bérgson para falar com todas as letras de seu pai.

Esta biografia é preciosa para nós que queremos saber, e pouco sabemos, sobre nossos poetas.

Eu tive a felicidade de conviver pessoalmente com Jeremias e trocar idéias com ele, o que com certeza me enriqueceu culturalmente.

Que a sua passagem para outro plano, não enfraqueça nossa lembrança.

Parabéns ao Bérgson pelo texto e a você Jean Kleber, pela postagem e por este espaço aberto para as homenagens aos nossos inesquecíveis valores.
.
Dalinha
____________________

Agradeço a Tadeu Fontenele e a Dalinha Catunda, pelas palavras elogiosas à memória de meu pai. Eu e minha família ficamos gratos, ainda por virem de pessoas que com presença sempre se mostraram também filhos dignos de Ipueiras.

Bérgson Frota e Família

5 Comentários:

Blogger Jean Kleber Mattos disse...

Biografia suscinta do poeta e cronista Jeremias Catunda, de Ipueiras do Ceará, feita por seu filho, o pesquisador e cronista Bérgson Frota. Desfrutem desta bela homenagem.

16.8.09  
Blogger Dalinha Catunda disse...

Olá Jean Kleber,

Ninguém melhor do que Bérgson para falar com todas as letras de seu pai.

Esta biografia é preciosa para nós que queremos saber, e pouco sabemos, sobre nossos poetas.

Eu tive a felicidade de conviver pessoalmente com Jeremias e trocar idéias com ele, o que com certeza me enriqueceu culturalmente.

Que a sua passagem para outro plano, não enfraqueça nossa lembrança.

Parabéns ao Bérgson pelo texto e a você Jean Kleber, pela postagem e por este espaço aberto para as homenagens aos nossos inesquecíveis valores.

Dalinha Catunda

16.8.09  
Anonymous Bérgson Frota e Família disse...

Agradeço a Tadeu Fontenele e a Dalinha Catunda, pelas palavras elogiosas à memória de meu pai.Eu e minha família ficamos gratos, ainda por virem de pessoas que com presença sempre se mostraram também filhos dignos de Ipueiras.

17.8.09  
Blogger Martinha disse...

SEu blog é amaravilhoso
Poderia por gentileza adicionar a ferramenta de seguidores,
adoraria
Prabéns e obrigada por compartilhar consosco!

22.8.09  
Anonymous Lurdinha disse...

Pessoal toda homenagem ao seu Jeremias é pouco, grande nome de Ipueiras. Faxer falta e muito.

31.8.09  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial