Suaveolens

Este blog foi criado por um cearense apaixonado por plantas medicinais e por sua terra natal. O título Suaveolens é uma homenagem a Hyptis suaveolens uma planta medicinal e cheirosa chamada Bamburral no Ceará, e Hortelã do Mato em Brasília. Consultora Técnica: VANESSA DA SILVA MATTOS

Minha foto
Nome:
Local: Brasília, Distrito Federal, Brazil

Cearense, nascido em Fortaleza, no Ceará. Criado em Ipueiras, no mesmo estado até os oito anos. Foi universitário de agronomia em Fortaleza e em Recife. Formou-se em Pernambuco, na Universidade Rural. Obteve o título de Mestre em Microbiologia dos Solos pelo Instituto de Micologia da Universidade Federal de Pernambuco. Também obteve o Mestrado e o Doutorado em Fitopatologia pela Universidade de Brasília. Atualmente é pesquisador colaborador da Faculdade de Agronomia e Medicina Veterinária da Universidade de Brasília.

14.10.08

NOTÍCIA SOBRE PIERRE WEIL

Por
Ilvis Ponciano
(Do Grupo Ethos-Paidéia)

Estou em falta com o nosso grupo por não ter me manifestado sobre a passagem do meu querido amigo e companheiro de ideal Pierre Weil. Tão logo fui informada por companheiros de Brasília e de ter recebido a solicitação de estar presente, comuniquei à imprensa de Fortaleza e a alguns colegas, comprei a passagem e viajei. Retornei ontem, quase noite, extremante cansada de três dias de velório e apenas umas oito horas de sono, nesses três dias.
.
Seu corpo foi cremado. Metade de suas cinzas foi jogada na cachoeira da Granja do Ipê, séde da UNIPAZ, em um comovente cerimonial, iluminado por uma linda Lua cheia e ao som da Ave Maria de Gounod, na adaptação de Jorge Aragão (samba lento), de que ele tanto gostava. A outra metade vai ser levada para a França, pela segunda filha que lá reside, e colocada nos lugares que ele previamente havia escolhido.

Pierre faleceu na sexta-feira, (10/10), de parada cárdio-respiratória, em sua residência. Apesar dos senões naturais de uma pessoa de 84 anos, estava relativamente bem. Havia participado na segunda-feira de uma homenagem no Senado Federal, onde discursou e deu entrevista. No final da semana anterior, facilitou um seminário para a Formação Holística de Base, no Campus DF. Daí, a surpresa de sua repentina passagem. Nem as tentativas de reanimação, realizadas pela filha que é médica e estava presente, resolveram.

Todas as Tradições Sapienciais participaram do seu velório, homenageando-o com o mais nobre sentido de gratidão, pela importância do seu trabalho.O fato é que o Pierre se foi, mas deixa um grande legado e um sonho possível de ser realizado - a Paz. Para tanto, desenvolveu um programa pedagógico para a paz, reconhecido pela UNESCO, com o Prêmio 2000 de Educação para a Paz. No próximo e-mail, escreverei sobre a Teoria Fundamental do seu trabalho.

Vou mandar também a poesia "Samurai da Paz", que escrevi em homenagem póstuma e li, abrindo o cerimonial de despedida. A partida de uma pessoa como o Pierre Weil, deixa o mundo menor e mais pobre, sem dúvida. E a partida de qualquer um é imprevisível, por isso não perco nunca a oportunidade de dizer:

AMO VOCÊS!

Ilvis
______________________________________

EM TRIBUTO A PIERRE WEIL

Por
Marcondes Rosa de Sousa
(Coordenador do Grupo Ethos-Paidéia)

Amigos,

Em tributo a Pierre Weil, diria que sua obra “O corpo fala” (foto em anexo) em minha geração, para além do “Meu encontro com Marx e Freud”, de Erick Fromm, marcou minha geração, nos tempos de juventude.

Em mim, lembro-me, abriu-me, somando-se ao da semiologia lingüística, após ficar literalmente “furioso” com teste perceptivo que havia feito, em que se registrava pouca capacidade minha para a leitura concreta de meu redor. Num grupo de psicoterapia, saí-me, com a clássica frase em minha defesa. O terapeuta riu-se. Pediu-me que fechasse os olhos e perguntou a cor de minha camisa... Eu, gago, errei... Todos riram. Ele, o terapeuta, aí, indicou-nos a obra o “O corpo fala”. E, no desenvolvimento dessa “gramática”, iniciávamos psicodramas e outras técnicas, das quis, no plano lingüístico-semiológico, me valeria.

Depois, o conheceria, pelas obras e pela Unipaz. A ele, sua obra e seus ensinamentos, o tributo.

Marcondes

Fotos: site grupolet.com/img/fotoN_corpofala04.jpg

1 Comentários:

Blogger Jean Kleber Mattos disse...

Esta será uma das muitas homenagens que Pierre Weil receberá. Ele foi realmente alguém que marcou nossa civilização. Como cientista e como iluminado. Obrigado a Ilvis e Marcondes!

14.10.08  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

Links para esta postagem:

Criar um link

<< Página inicial